quarta-feira, 9 de março de 2011

Noiva em fuga

Gustavo,

Os presentes que você havia me dado estão em uma caixa embaixo da mesa da cozinha, pode pegar todos e vende-los, eu sei que custaram caro. As alianças de noivado estão na caixinha onde vieram, em cima da minha penteadeira. As nossas fotos estão todas em um álbum dentro do guarda roupas e as cartas agora são cinzas dentro de uma caixinha em cima da minha cama. Ainda existem algumas roupas suas espalhadas pela casa, se você procurar bem, irá encontra-las.
Desculpa não ter comparecido ao nosso casamento, mas acho que o que fiz foi justo tanto para mim quanto para a nossa madrinha. Você achava realmente que eu nunca descobriria tudo que estava acontecendo? O que mais me surpreende foi a sua ousadia em convida-la para ser nossa madrinha. Quanta falsidade meu querido, você poderia ser ator! Mas isso sempre foi a sua cara, e como não é permitido a bigamia aqui no país, o jeito é dar uma fugidinha com a amante não é mesmo meu bem? Mas não fique preocupado comigo não, agora que eu sei de tudo, fiquei com a consciência mais leve, afinal eu não seria a unica infiel naquele casamento.
                                              
                                                                                      Um abraço da sua ex-futura esposa.



Pauta para o BLQ 33ª edição -cartas

1 comentários:

Vinicius Ferrari disse...

Eiita! Lembrei do teste de fidelidade do Ratinho. Ou daquele quadro da Marcia em que a família vai lá para brigar. –q
Mas é isso aí! Rebelião das mulheres! E essa aí deu o troco direitinho. Carta curta, objetiva e direto ao ponto. Gostei! Bom final de semana. *-*

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com