terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Além da Verdade

Além da Verdade
          Por:Érica Arruda


 Já fazia alguns dias que eu estava hospedada naquele hotel, eu já havia me acostumado com a comida e com os nomes atribuídos a ela. Também já havia compreendido o sistema do dinheiro, que por sinal, só iria durar mais algumas semanas. A unica coisa que ainda me incomodava, era ter que dormir durante a noite. Eu sempre adorei a noite, era o momento mais esperado de todos os meus dias de existência. Os dias naquele hotel sempre tinham a mesma rotina para mim, eu levantava, fazia minha higiene pessoal, que por sinal eu achava uma besteira, mas o suor me incomodava, a como eu detesto essas frescuras dos humanos, total perda de tempo,mas continuando, eu pegava a bandeja com o café que a camareira deixava na minha porta e me sentava na cama para ler o jornal. Não foi muito difícil me acostumar com a leitura, de alguma coisa havia servido a minha estadia na Terra aquele tempo, eu aprendi a ler facilmente, e dessa vez eu podia me manter informada de tudo o que acontecia, tentando descobrir uma maneira de chegar até ele, mas eu não fazia ideia de onde ele estava. Eu teria que encontra-lo, afinal, ele era o único que poderia me ajudar, a minha unica chance de sobrevivência. Eu precisava de uma solução o mais rápido possível e também precisava arrumar mais dinheiro. Pra que vocês foram criar o dinheiro? Eu não consigo entender isso, o dinheiro foi e será o estopim  de tantas guerras, e vocês ainda o idolatram! Realmente, a cada dia que convivia com esse mundo, ia sentindo cada vez mais desprezo por vocês. Mais um sentimento que foi apresentado à mim.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com