terça-feira, 31 de maio de 2011

Voltarei um dia...


E lá estava ela, dentro de seu carro parado no meio da estrada, ao som de músicas há muito esquecidas, fitando ao longe aquela velha cidade. A cidade a qual prometera nunca regressar. O que lhe causava medo, o que lhe trazia aquela angústia, era o fato de apenas 5 anos terem se passado desde que partira, e as pessoas que lá residiam, poderiam reconhece-la por ser uma cidade pequena do interior. "Pare de besteira, você não deve nada a ninguém"  Falava ela para si mesma enquanto religava o carro e seguia diante daquela estrada que logo mais sumiria e deixaria apenas um pequeno caminho de barro. Ao adentrar a cidade, ela se sentiu voltando ao tempo, pode lembrar de todos os momentos vividos durante sua perfeita infância. No entanto, muita coisa havia se modificado na estrutura da cidade. Novos comércios, casas mais ornamentadas, e muitas outras mudanças que passaram despercebidas diante dos olhos daquela bela jovem, quando pode avistar mais adiante, aquela velha casa, que abandonara aos 17 anos, intacta. "Vamos Clarice, siga adiante, é apenas uma casa, não se deixe levar por essas emoções, seu objetivo aqui é outro" Ela se concentrava no seu verdadeiro motivo para retornar "ao passado". Clarice sempre guardou lembranças muito ruins daquele lugar, isso se deu por conta dos seus últimos anos vividos ali. Sua mãe havia conhecido um rapaz que  nunca foi merecedor do sentimento despertado na mãe de Clarice. Marcelo, o nome do dito cujo, era alguns anos mais novo que a mãe de Clarice, e todos sempre tentaram avisá-la sobre o quão mal caráter ele era. Clarice, apesar de amar muito a sua mãe e desejar que ela fosse feliz, não evitou se apaixonar por Marcelo, que muito audacioso, não hesitou em rejeita-la. Mas o grande fato ocorreu quando Marcelo, depois de muito planejamento, conseguiu matar a mãe de Clarice deixando-a desamparada no mundo. E era esta história que Clarice tanto tentava esquecer, que a levou de volta aquela cidade...
                                                        Continua
Por: Érica Arruda


Queridos e amados leitores, espero que tenham gostado dessa postagem, em breve continuarei. Ela não terá muitas partes, podem ficar tranquilos que não abandonarei a história pela metade como fiz em outras ocasiões. Comentem! As suas opiniões são importantes para o crescimento do blog!


6 comentários:

Robert Ávila disse...

Bonito conto. Espero por mais.

Érica Arruda disse...

Que bom que gostou ! Pode esperar que em breve continuarei.

ϟ Cynthia Brito disse...

Olá Érica! Sou moderadora do projeto ABL. Bom, vi que, em algum comentário num dos textos postados em nosso blog você disse não se considerar boa em poemas. Quer uma dica? Te convido a conhecer (se ainda não conhece) e acessar o Blog do Projeto Bloínquês (www.bloinques.blogspot.com/) que foi criado pela Juh Sep e tem o objetivo de incentivar à nossa escrita. De que forma? É assim, a equipe do projeto nos dá um tema para cada edição (deve ter por volta dumas 7 edições, tipo edição poemas, edição conto, edição musical...), depois de uma semana mais ou menos (é o prazo para entrega dos textos que devem ser enviados para o blog ou comunidade do projeto) o moderador faz uma avaliação e nos dá uma nota, formando um pódio com três colocações, cada uma ganha um selo, e se você for a única a participar ganha o selo de participação do projeto! O Bloínquês é muito bom, e me ensinou muita coisa. Lá tem muita gente legal e que arrasa nas palavras! Tentei por diversas vezes construir um poema, e devo confessar que esse gênero nunca foi minha praia! Eu sempre me sinto menor diante das pessoas quando me tocam a palavra 'poema'. Daí, depois de tantas tentativas em vão, pois eu nunca alcançava o 3º lugar do pódio, inclusive teve uma vez em que meu texto foi desclassificado por não ser um poema, daí eu consegui alcançar o 3º lugar 9se não me engano). Mas também, depois disto não tentei fazer um para o projeto nunca mais! Acho que tenho medo de voltar a estaca zero! rsrs

Enfim, vim aqui mesmo para agradecer sua visita!
Um beijo grande,
equipe ABL

Érica Arruda disse...

Oi Cynthia, pois então, eu conheço o Projeto Bloínquês, já participei algumas vezes, mas eu sempre participo na edição cartas(ganhei primeiro lugar na ultima que fiz) e também na edição roteiro(fiquei ou em 2° ou em 3° nao me lembro) Mas eu vou tentar participar na edição poemas, mas confesso que vai ser muito difícil. rsrs
Mas quem sabe um dia eu ganhe! Tenho que tentar né?
Obrigada pela visita
Um abraço

Soninha Breder disse...

Oi Erica,adorei a historia acho que poderia te render um bom livro,ficaria feliz em poder acompanha-lo em leitura sempre.
Abraços
Sonia Breder

Érica Arruda disse...

Olá Soninha
Então, eu vou postar daqui a pouco a continuação da história. Infelizmente não será um livro, pois não posso contar sempre com a minha criatividade, rsrs. Brincadeira, mas é que realmente, tenho me preocupado com tantas coisas nesse ano, que dar continuidade a uma história fica muito difícil.
Mesmo assim, espero que continue lendo.
Um abraço
Érica Arruda

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com