sexta-feira, 29 de abril de 2011

Tempo, meu único inimigo


Quando vivemos grandes emoções, grandes amores, grandes paixões, criamos aquela expectativa de que tudo durará para sempre, mesmo sabendo que para sempre é muito tempo.
Repentinamente, todos os sonhos se vão, toda a ilusão se vai e você passa a encarar a realidade, a verdade!
A verdade é que todos temos pouco tempo, e deve ser por isso que sempre dizem para vivermos cada dia como se fosse o ultimo.
Quem poderá responder pelo futuro?Quem diria que o momento de dizer adeus estaria tão próximo? Temos uma capacidade tão grande de nos apegar ao que não nos foi dado, que quando perdemos aquilo que não nos pertencia, desabamos como se tivéssemos lutado por aquilo.
Você nunca me pertenceu, eu sei disso, mas os caminhos foram tão mais fáceis contigo, que percebo que sentirei a tua falta. Não sentirei mais teu cheiro, não ouvirei mais a tua voz, vou ter que me acostumar com isso.
Você fará parte de um passado que sempre será recente, mesmo que o tempo conspire contra mim. Não digo contra nós, pois sei que o "nós" há muito não existe.
Lembrarei de todas as promessas, que se perderam em meio as circunstâncias, lembrarei de todos os sonhos, que serão construídos com outra pessoa, lembrarei de todas as risadas, das musicas que cantamos juntos...lembrarei de cada momento da nossa vida quase perfeita.
E assim, desejo-lhe toda a felicidade, pois preciso ver-te feliz. Agora, só nos resta viver até o momento do adeus, para que todo esse tempo não tenha sido em vão.


0 comentários:

Postar um comentário

 

Blog Template by YummyLolly.com